A sustentabilidade e as relações de pertencimento à cidade - 2021

21 de novembro de 2021

O conceito de Sustentabilidade ganhou, nos últimos anos, relevância nos principais centros de debates políticos e econômicos globais. 

O contexto do pós-Segunda Grande Guerra, com destaque para a década de 60, estabelece um marco importante em torno da sustentabilidade a partir de movimentos sociais dispostos a denunciar a faceta perversa do modelo econômico vigente. 

O Papa Francisco reforça a necessidade de descontruirmos a falsa dicotomia entre ser humano e natureza: “O ambiente humano e o ambiente natural degradam-se em conjunto; e não podemos enfrentar adequadamente a degradação ambiental, se não prestarmos atenção às causas que têm a ver com a degradação humana e social. De fato, a deterioração do meio ambiente e da sociedade afetam de modo especial os mais frágeis (os pobres, os excluídos/as) do planeta” (Disponível em:<https://www.vatican.va/content/francesco/pt/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si.html > Acesso: 27 mai.2021)

A partir da emergência de um cenário de práticas econômicas degradantes acentuadas pela pandemia do novo coronavírus se faz urgente promover um Projeto Sustentabilidade proposto a dialogar com a parcela mais fragilizada da sociedade em um momento desafiador: pensar globalmente, a partir dos objetos tecnológicos que estão ao nosso alcance, e agir localmente em prol dos pobres e excluídos do planeta. 

O Projeto Sustentabilidade 2021 se apresenta como um aceno para um universo de possibilidades que existem e permitem pensar o futuro como, segundo o teórico Milton Santos, “o mundo é formado não apenas pelo que já existe, mas pelo que pode efetivamente existir.” Buscando se integrar aos objetivos principais do Pacto Educativo Global, o Projeto Sustentabilidade se propõe a: 

  • Escutar as demandas e anseios das juventudes com relação à educação e ao futuro da humanidade;
  • Desenvolver o protagonismo nos jovens;
  • Convocar os estudantes a assumir seu protagonismo na cena da educação. 

Proposta 

Esse projeto tem como proposta fundamental conhecer a Agenda 2030, permitindo uma análise crítica sobre a importância e viabilidade dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) impactados pelo cenário atual da pandemia. A vulnerabilidade de maior parte da população ficou evidenciada como um problema mais amplo, relacionado à nossa interdependência social, ambiental e econômica. Resultado do desequilíbrio ambiental, o novo coronavírus é uma evidência gritante da necessidade de criarmos uma sociedade mais resiliente e consciente do seu papel como agente de mudança. 

objetivos_port.png

Objetivo Geral

Abordar o conceito de sustentabilidade a partir das dimensões social, econômica e urbana e sua relação com a realidade social, buscando reflexões que apurem o grau de responsabilidade do indivíduo/sociedade em relação às práticas sociais e plurais. 

Justificativa

Uma das propostas do Colégio Santo Agostinho é criar condições para que seus alunos possam assumir com autonomia e responsabilidade o protagonismo de sua própria formação. Para que se caminhe rumo a tal norte, é importante estimular a elaboração de questões, a apresentação de soluções mais abrangentes  integradas e adequadas do ponto de vista social, cultural e ambiental buscando refletir e intervir na realidade social.

Produções digitais dos estudantes 

A partir das pesquisas, os estudantes elaboraram produções digitais que podem ser acompanhadas em nossas Redes Sociais. 

Facebook: colegiosantoagostinho.bh

Instagram: colegiosantoagostinho.bh

Compartilhe: