Notícias

13 de maio de 2021

High School BH e High School Fredericton juntos em um só lugar

Nossos alunos do 2º ano do Programa High School Canada tiveram a oportunidade de conversar com alunos do Leo Hayes High School, em New Brunswick, durante a aula de English Writing, da professora Jody Gorham, no dia 11 de maio.

Foi um momento riquíssimo pela troca de conhecimento entre alunos da mesma idade. Além disso, para a nossa equipe do High School, foi também a realização de um propósito, que vem sendo alimentado já há algum tempo.

Durante a visita de uma equipe do Colégio Santo Agostinho a algumas cidades da província de New Brunswick, em 2019, o diretor Clovis Oliveira teve contato com brasileiros que estudam na Universidade de New Brunswick, in Fredericton, abrindo caminhos para um contato de nossos alunos com esses graduandos.

Com o início do ensino remoto, em 2020, ao conversarmos sobre as possibilidades dessa nova forma de adquirir conhecimento, o diretor Clovis nos provocou a buscar alunos do Ensino Médio canadense que pudessem interagir com nossos alunos no Brasil. Desde então, esse desejo foi tema em nossas reuniões pedagógicas. Por isso, nossa professora Jody Gorham buscou em seus contatos algum professor que pudesse promover esse encontro, levando em consideração um currículo comum e temas comuns que estivessem sendo trabalhados neste momento em que os alunos da província estão em ensino híbrido. E assim, a aula que nós chamamos de “Canadian Cultural Exchange” aconteceu!

“Um dos meus amigos mais próximos em Fredericton me ajudou a encontrar um professor na Leo Hayes High School disposto a participar de uma aula conjunta com nossos alunos. Os estudantes do 2º ano têm trabalhado em projetos sobre as províncias e territórios do Canadá. Um dos objetivos do módulo ‘O Canada’ era aprender sobre o cotidiano do canadense. Então, com isso em mente, eu queria dar aos nossos alunos a chance de se encontrarem com estudantes canadenses para discutir e trocar informações sobre suas vidas. Tive muita sorte em me conectar com Laura Noble, uma professora de Artes de Língua Inglesa, de 3ª série do EM, que concordou em colaborar com minha turma. Organizamos o horário e foi um grande sucesso”, conta a professora Jody Gorham.

Conhecendo um pouco da escola:

A Leo Hayes High School fica em Fredericton, no "lado norte" do rio Saint John (Wolastoq). É uma escola somente de Ensino Médio e possui aproximadamente 1500 alunos e cerca de 100 professores. Na LHHS, os alunos da 3ª série do EM, (12th grade) têm a oportunidade de ter algumas aulas experimentais na UnB (Universidade de New Brunswick) ou na Saint Thomas University, o que é uma ótima maneira para os alunos terem contato com cursos da graduação antes de se matricularem neles.

Quem é a professora Laura Noble

Laura Noble é de Florenceville, New Brunswick, que é uma pequena comunidade agrícola. Ela se mudou para Fredericton quando tinha 17 anos e foi para a Universidade St. Thomas, para o Bacharelado em Artes (2012), onde ela obteve um título em Literatura Inglesa e fez sua tese em Escrita Criativa. Laura Noble se graduou em 2013 no Bacharelado em Educação (Saint Thomas Univesity) e depois completou seu Mestrado em Educação (Universidade de New Brunswick) em 2020. Ela é professora na Leo Hayes High School, desde 2017.

Confira, abaixo, os depoimentos de nossas alunas sobre a experiência vivenciada:

“It was a great experience to get in touch with LHHS students. Among many things that we talked about (environment, sports, etc.), we were able to talk about COVID-19 situation. They are having hybrid classes, and this is something that I look forward to happening here. I can't wait to go back to school when it's possible, and I think that other students think the same way. To sum up, the idea of connecting Canadian students and Brazilian students to talk about a huge variety of topics was amazing! I am 100% sure I learned something new about Canada.”

Lúcia Helena

“Getting in touch with the Canadian students was a wonderful experience! It was great to see that they are in hybrid learning and were talking to us directly from their school. In our group we talked about the environment, the pandemic, and the universities they aim to attend! It was a moment of sharing culture!”

Gabriela Caldas 

 

 

Compartilhe