Notícias

10 de junho de 2022

Conto de Machado de Assis, adaptado para o teatro por nossa ex-aluna, é apresentado aos estudantes

"Há mais cousas no céu e na terra do que sonha a nossa filosofia". Essa é a nuvem duvidosa que insiste estar presente em cada trecho do conto “A Cartomante” de Machado de Assis. Quem se aventura pela leitura, logo percebe que o mistério é o tom que dá a nota ao enredo. Ao relacionar a história dos personagens à essa célebre frase, o leitor acompanha as reflexões acerca dos fatos que envolvem a narrativa.

E foi nesse clima de mistério que os estudantes do 9º ano se viram envolvidos na leitura do conto! Para complementar os estudos sobre esse grande nome da literatura, eles assistiram à adaptação feita, para o teatro, pela ex-aluna Júlia Mattos. Em uma manhã e uma tarde de redescoberta do prazer que a literatura é capaz de proporcionar, os alunos se viram diante de uma encenação emocionante que findou os estudos sobre esse grande nome da literatura, e, é lógico deixou um gostinho de quero mais. 

A peça também foi apresentada aos estudantes da 2ª série do Ensino Médio no Teatro Santo Agostinho.  

20220608_110712-2.jpg

Júlia Matos e sua irmã, Laura Mattos, aluna do 9º ano.

Sobre a peça! 
Espetáculo baseado na adaptação do conto homônimo de Machado de Assis. A história atravessa questões morais atemporais e universais em uma sociedade de falsas aparências, através das personagens Vilela, Rita e Camilo. A encenação explora três planos: o plano da realidade, o da memória e do sonho. Machado de Assis, como figura mais importante do realismo brasileiro é um escritor que deve ter sua literatura mantida viva e disseminada. E o grupo de artistas faz isso contando uma de suas mais célebres histórias.

O grupo contou com a dramaturga Irati Chapuis, que escreveu o texto base adaptado do conto. Júlia Mattos é a idealizadora e produtora. Nathália Braz é a diretora. Júlia e Nathália auxiliaram a dramaturgia, formando o texto dramático final. O elenco é composto por Cláudio Falcão, Delaney Júnior e Júlia Mattos. A criação musical é de Delaney Júnior.

Compartilhe