Notícias

22 de dezembro de 2021

Alunos vivenciam o verdadeiro sentido da fraternidade

No 2º semestre de 2021 os educandos tiveram a oportunidade de vivenciar o verdadeiro sentido da fraternidade, com cuidado, cooperação, comunicação e olhar misericordioso. Nas aulas de Ensino Religioso, em parceria com o DEPAS - Departamento de Evangelização e Ações Sociais, eles colocaram a mão na massa por meio do Programa Entrelaçar.

Confira a seguir como o Programa foi trabalhado nas salas, pelos projetos propostos, orientados pelos pilares agostinianos da vida em comunidade e do serviço à humanidade. 

Projeto: Trabalhando a vida

Durante o mês de novembro, os educandos do 3º ano, nas aulas de Ensino Religioso, participaram do Projeto Trabalhando a Vida que tem como objetivos:

  • Identificar e fortalecer a ecologia social;
  • Promover ações de respeito e solidariedade.

Nesse projeto, os educandos têm a oportunidade de conhecer a Fundação Sara Albuquerque Costa, que desenvolve um lindo trabalho com crianças e adolescentes durante o tratamento contra o câncer, além de refletirem sobre o respeito e cuidado para com a vida.  Além das propostas desenvolvidas em sala de aula os educandos também participaram de uma campanha de arrecadação de doações como gesto concreto de solidariedade às crianças e adolescentes que frequentam a Fundação Sara.

Projeto: Descobrindo um Novo Céu

doacoes.jpg

Paixão, empatia e solidariedade. Estas são as palavras que traduzem o envolvimento dos estudantes do 4º ano com o Projeto: Descobrindo um Novo Céu, que atende pessoas com paralisia cerebral.

Depois que os estudantes conheceram o trabalho desenvolvido pelo Novo Céu, por meio de vídeos institucionais, eles abraçaram a proposta de arrecadação de fraldas geriátricas e envolveram a família, em uma grande corrente de solidariedade.

Amor e trabalho. Uma dobradinha que deu muito certo com os estudantes do 4º ano. O resultado? Muitas fraldas arrecadadas e um carinho enorme por todas as pessoas que são atendidas pelo Novo Céu.

Projeto: Ser Presente

O Projeto Ser Presente tem o propósito de despertar nos educandos do 7º ano o verdadeiro sentido da fraternidade. Nas aulas de Ensino Religioso, os estudantes refletiram sobre o sentido das estações da vida e a construção de valores positivos para a convivência.

O projeto propõe aos estudantes conhecer o Lar de Idosas Frei Zacarias, que acolhe idosas que buscam por auxílio. Neste ano, a proposta teve um formato todo especial, a partir do depoimento inquieto da educanda Alice que realizou trabalho voluntário no lar, os estudantes se mobilizaram para realizar algo além das doações de fraldas geriátricas, dos materiais de higiene pessoal, ação concreta proposta todos os anos.

E assim aconteceu, o carinho se concretizou em cestas com jogos diversos, livros para colorir, telas para pintar, sementes para plantar e tantos outros materiais que pudessem levar alegria e ludicidade para o dia a dia de cada uma delas e de um modo muito especial se fizeram presentes hoje e sempre.

Projeto: Dona Cota

O Projeto Dona Cota tem o propósito de oferecer aos educandos agostinianos uma experiência que os auxilie na construção de uma vida melhor e mais digna para si e para o outro. Também, pretende ajudá-los a serem e estarem no mundo de maneira a valorizar a sua vida e do outro, dando sentido e significado que lhes dê sustentação espiritual e humana.

Esse Projeto em nossa escola é multidisciplinar, visando uma prática que ultrapasse as salas de aula. Ele pauta pelos princípios da afetividade e alteridade, auxiliando aos educandos na construção de uma educação transformadora, tendo como foco o humano e as experiências de vida significativa.

O Projeto Dona Cota é de autoria da ACHANTI/Fraternidade agostiniana da Chapada do Norte. O Colégio Santo Agostinho contribui com ações para a ampliação do que é proposto pela fraternidade.

Nossos estudantes ficaram muito felizes em participar do projeto. Confira a seguir os depoimentos de alguns dos educandos.

"Nós, da turma 8ºB, encarregados de fazer a doação das fraldas, percebemos que seria um grande desafio arrecadar a quantidade necessária, e desde aquele momento pensamos em formas de atingir a meta, e então entramos em um consenso de sortear um pote de balas no colégio. Mesmo com os empecilhos do isolamento social, o dinheiro arrecadado com a rifa não foi suficiente para atingir o número desejado de doações, então, a nossa turma se uniu e sua maior parte doou o que podia. Com esses esforços coletivos, conseguimos arrecadar o necessário para comprar uma grande quantidade de fraldas para o projeto. Portanto, a iniciativa do projeto Dona Cota, em ajudar mães e crianças que não têm condições de comprar itens básicos, tão simples no nosso cotidiano, mobilizou a turma promovendo um crescimento social e individual para os alunos que apoiaram o projeto de alguma forma, além de trazer um sentimento de compaixão e uma vontade de contribuir. Assim, apesar de não termos conhecido pessoalmente, todos nós temos uma grande admiração e carinho pelo Projeto Dona Cota." (João Antônio Vilas Bôas e Clara Ayrolla, 8°B). 

"Dona Cota é uma centenária que desde sua juventude ajuda diversas gestantes da Chapada do Norte (MG) a terem um parto digno e humano. O Projeto Dona Cota é uma parceria do Colégio Santo Agostinho com Dona Cota, que visa ajudar mulheres grávidas em situação de vulnerabilidade, por meio de doações de itens necessários para a maternidade. Nesse ano, os alunos do 8º ano do Colégio foram convidados para estar na linha de frente da arrecadação desses itens. Além disso, mais doações ocorreram no Drive-Thru solidário, proposto pelo DEPAS, no dia 28 de novembro de 2021. Mesmo diante da impossibilidade de visitar a Chapada do Norte, as mães e os bebês, em razão da pandemia, o projeto foi um sucesso, e, com certeza, muitas famílias ficaram extremamente felizes e gratas com os produtos recebidos. Poder participar desse projeto foi uma honra imensa!" (Manuela Rocha Lara, 8ºF).

 

Compartilhe