Notícias

30 de dezembro de 2021

Nossa aluna foi selecionada para representar o Brasil em curso de neurociências na Alemanha

Sofia Alves Pereira, nossa aluna da 2ª série do Ensino Médio, foi selecionada, dentre estudantes do mundo todo, para participar do programa de verão NeuroCamp, organizado pela Universidade Alemã LMU (Ludwig-Maximilians-University Munich), em Munique.

A LMU é uma das universidades mais consolidadas da Europa e tem um potencial excepcional para pesquisas voltadas para o futuro. O curso de verão, do qual Sofia participou, buscou despertar o entusiasmo dos alunos do Ensino Médio pelo fascinante campo da Neurociência e promover o interesse pelas ciências em geral. O curso é procurado por estudantes de vários países. A cada ano são selecionadas poucas pessoas de cada país. Neste ano, apenas Sofia e outra brasileira foram escolhidas para representar o Brasil. 

Sofia participa do High School Canada, aqui no Colégio, e conta como o Programa foi essencial para tornar essa oportunidade possível. “Tanto para poder ter sido selecionada, pelo fato de que tive que escrever várias redações em inglês e cartas de recomendações. E também, pois no final do curso de Neurociência, tivemos que desenvolver uma apresentação com o conteúdo que aprendemos e, devido ao High School, me senti preparada e confortável para organizar e realizar uma apresentação em inglês sobre um tópico complexo.”

A estudante ficou muito entusiasmada ao participar do curso e nos conta a seguir um pouco mais sobre a rica experiência.

“Esse Summer Program foi uma oportunidade única de aprender tópicos de Neurociência amplamente variados em um nível de pós-graduação! As aulas foram excelentes e ministradas por pesquisadores, estudantes e professores de PhD. Aprendi sobre a História da Neurociência, Neurofilosofia, O impacto da pandemia COVID-19 na saúde mental, Memória e Computação, Comunicação Neural, entre outros. Além disso, tivemos sessões práticas, aprendendo a fazer Diagnóstico Neurológico, e ‘workshops’, como o de ''Pensamento Crítico e Viés Cognitivo'. Na segunda semana, eu e mais 2 meninas aprendemos com nossa tutora sobre seu tópico de pesquisa em seu PhD chamado, ''Two timeframe tracing: um método para identificar neurônios recém-conectados '' e desenvolvemos pesquisas, experimentos para coletar dados para analisar as perspectivas celulares e comportamentais da Neuroplasticidade. 

Os organizadores me enviaram tudo para desenvolver a pesquisa por correio, o que é incrível e eu não tive que pagar por isso. Não posso deixar de mencionar que fiz amigos de todo o mundo (Rússia, Croácia, Grécia, Alemanha ...) e nos divertimos muito em Atividades Sociais! Claro, foi muito cansativo, porque tinha que acordar às 3h30 e trabalhar muito para aprender e dar o meu melhor, mas valeu muito a pena e faria tudo novamente.” 

1000 girls 1000 futures 

Participar do curso de Neurociências, em julho de 2021, abriu muitas portas para Sofia. No segundo semestre deste ano, a estudante foi aceita na Academia de Ciências de Nova York para o programa '1000 girls 1000 futures'. 

A Academia convida jovens de 13 a 17 anos ao redor do mundo para se juntarem para receber orientação de mulheres especialistas em STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática), obter acesso à preparação para a faculdade, cursos de liderança e se conectar com outras garotas apaixonadas por pesquisa. Com o objetivo de ajudar a atingir seu potencial e seus objetivos. O Programa de mentoria de pesquisa seleciona 1000 meninas de todo o mundo e possui duração de 10 meses. É totalmente gratuito para os alunos participantes e aborda o desenvolvimento de habilidades necessárias no século 21. 

Para Sofia, colocar “dedicação e persistência em tudo o que você verdadeiramente gosta, torna oportunidades como essas possíveis. ‘Se quiser conhecer uma pessoa não observe o que ela faz, mas o que ela ama.’ Santo Agostinho”.

Parabéns por todas as suas conquistas, Sofia. São frutos de todo seu esforço e dedicação. Ficamos muito felizes por participarmos das realizações de nossos alunos.

Compartilhe