“A leader is a leader because of the people.”

Os alunos do High School Canadense receberam, no dia 6 de abril, um convidado especial. O holandês Hermanus JW Kolkman (Harold) veio trabalhar com eles, dentro da disciplina de Liderança, o conceito de líder numa realidade de ausência de recursos.

Para desenvolver sua tese de mestrado em Antropologia, Harold residiu na província de Limpopo, na África, no ano de 2000. Uma região de grande riqueza cultural e da fauna africana representado pelo Great Limpopo Transfrontier Park, um parque de preservação ambiental na fronteira com Mozambique e Zimbabue. A comunidade sofria com as consequências de ações do Apartheid, além de uma infraestrutura rudimentar, com alto índice de suicídio juvenil e abuso sexual de crianças e adolescentes.

Durante os 13 anos que residiu em Limpopo, em suas idas e vindas em busca de recursos para permanecer na comunidade, passou por um período de seca no qual a temperatura atingiu 50º C e a água que existia estava a 6 km da província. Como Harold era o único entre eles com experiência acadêmica, as lideranças locais e também dois sul-africanos que lá estavam o pediram para buscar recursos financeiros em entidades como banco de desenvolvimento, Comunidade Europeia e Loterias, que patrocinavam projetos sociais.

Sendo assim, Harold dispendeu todos seus esforços nessa busca e conseguiu junto às instituições mencionadas em torno de três milhões de dólares. Como o trabalho de resgate e documentação da cultura já vinha sendo feito, com esse recurso financeiro foi possível alavancar o funcionamento de escolas, de oficinas de arte (cerâmica) e de dança. Para manter os projetos e multiplicar os líderes, foi possível também um intercâmbio para os nativos de Limpopo profissionalizarem sua arte e fomentarem o turismo na região.

Após contextualizar o início de sua experiência, Harold dividiu os alunos em grupos e atribuiu a cada um deles um nome (que eles pensavam ser fictício, mas era o nome real de um nativo de Limpopo) e expôs os problemas para que os alunos encontrassem a solução. Ele ficou muito feliz e surpreso pois a metade dos grupos chegou à mesma solução encontrada pelos líderes da comunidade de Limpopo! A cada solução apresentada, Harold mostrava o vídeo com as pessoas cujos nomes os alunos representaram, relatando a situação de resgaste do patrimônio cultural e da dignidade da vida dos habitantes de Limpopo.

Se no início ele perguntou aos alunos as características de um líder, ao final ele conclui com suas constatações da experiência vivida em Limpopo, entre os Shangaans. “Hosi ihosi hivanu” - Shangaan Proverb - “A leader is a leader because of the people.”

O contato com Harold, um líder de transformação social, motivou os alunos a se empenharem para a busca de uma sociedade mais justa e fraterna.

Sheila Leão – Coordenadora do Programa High School Canadense, Colégio Santo Agostinho, Unidade Belo Horizonte