A poesia transformativa de Vinicius Moreira Lima

O ex-aluno Vinícius Moreira Lima, formado em 2014, volta ao Colégio no próximo dia 06 de abril, quinta-feira, às 18h30 para o lançamento, no Teatro Santo Agostinho, do seu segundo livro de poesias: Veranico. Às 19h30, o autor abrirá espaço na sessão de autógrafo para um momento de reflexão com o público presente.

Vinícius estuda Psicologia na UFMG e é pesquisador na área de Psicanálise.

Em 2014, publicou seu primeiro livro de poemas, Eu persigo Dionísio, cujo lançamento também foi feito no Colégio.

 

Nesta segunda obra, Vinícius faz um convite ao diálogo com as várias vozes que compõem um autor. O resultado é uma produção bastante peculiar, na qual o leitor é convocado a colocar algo de si, a partir de uma aposta na poesia como experiência transformativa.

 

1 – Como estudante de Psicologia, que tem a poesia como uma experiência transformativa, o que você aponta como diferencial no livro publicado em 2014 para o livro de 2017?

De lá pra cá, acredito que houve maior implicação subjetiva no meu processo de escrita e maior desenvoltura com a questão do estilo. Hoje me sinto mais a vontade para produzir algo meu. Veranico, por exemplo, é um livro atravessado pelo uso criativo do apóstrofo, um recurso que utilizei buscando quebrar o sentido das palavras para deixar emergir o inesperado.

 

2 – Qual é o seu principal desejo ao publicar este livro?

A proposta do Veranico é apontar para a alteridade que existe em todo sujeito. Nesta obra, eu convido ao diálogo poetas e escritores que nos ajudaram e continuam nos inspirando a construir a poesia, como Drummond, Manoel Bandeira, Ana Martins Marques e Guimarães Rosa.

 

3- Ao contrário de Eu Persigo Dionísio, em Veranico não tem apresentação nem prefácio. Por quê?

É justamente para deixar ao leitor a possibilidade de colocar algo de seu (experiência e sentimento) na interpretação da obra. Minha proposta é principalmente destituir o lugar do eu (autor), convidando o leitor a reconhecer “os outros” que compõem a nossa própria voz. Ninguém escreve ou lê um livro apenas por ler, a gente está sempre trabalhando as nossas questões em relação ao outro. Essa é uma grande lição da Psicanálise.

 

O livro está sendo vendido a R$20,00 (Vinte reais)

Contato com o Vinícius: vmlima6@gmail.com