ÁFRICA DE TODOS NÓS

23 de julho de 2020

Manifestação Artística   |   Batuques e Tambores     

 

A África é espaço de todos nós.

É espaço de inspiração, para rever os sentidos da história e das nossas práticas sociais.

A cultura africana traz consigo uma diversidade riquíssima, que só nos leva a refletir, a todo momento, o quanto temos a aprender com povos de origem africana e o quanto o que vivemos faz parte da história deles.

Levando em conta a história e os saberes produzidos pelos povos africanos, apresentamos a exposição virtual ÁFRICA DE TODOS NÓS.

Venha com a gente nessa viagem.

https://earth.google.com/web/

Aqui, você vai encontrar trabalhos dos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental, desenvolvidos nas aulas de História e de Arte, que buscam identificar aspectos e formas de registro das sociedades africanas, distinguindo alguns significados presentes na cultura material e na tradição oral dessas sociedades.

 

Manifestação artística dos nossos alunos

Para embasar suas criações artísticas, nossos alunos estudaram sobre os reinos antigos da África Subsaariana (reinos de Cuxe, Axum, Gana e Mali), suas características gerais – localização, formas de organização política, econômica e social, ascensão e declínio.

Além disso, investigaram assuntos que salientam a cultura africana, como máscaras, turbantes, batuques e tambores, penteados e estamparia. Para produção, experimentaram o uso de materiais, instrumentos e recursos convencionais e alternativos, explorando formas de expressão diversas. Abaixo você encontrará registros expressos em linguagens verbais e não verbais por meio de ilustrações, fotos, vídeos, pesquisas, entre outros. 

mascaras.jpg turbante.jpg
tecidos.jpg tambores.jpg

Para ver todas as criações dos alunos, clique abaixo em ver todas na galeria de fotos. 

Máscaras: importância e significados

Elemento importante da identidade cultural de várias etnias africanas, as máscaras, muitas vezes, são vistas pelos estrangeiros apenas como objetos exóticos ou de decoração. No entanto, para os povos africanos, elas têm um significado espiritual e religioso, sendo utilizadas em celebrações como uma forma de comunicação entre o mundo terreno e o mundo espiritual. As máscaras demonstram a identidade cultural de cada etnia, que pode possuir uma variedade de máscaras.

Turbante – A coroa das mulheres africanas

Muito mais do que apenas um tecido, as mulheres africanas usam turbantes como uma rainha usa a sua coroa. O acessório é comum em muitas culturas africanas e, na história, servia como uma expressão da identidade de cada povo. Em várias etnias o lenço pode indicar o estado civil. Para os Iorubás, por exemplo, se usado com as pontas voltadas para baixo, significa que a mulher é casada. Os turbantes representam a África como sinal da elevação de uma herança antiga. Eles podem ser conhecidos por diversos nomes, na África do Sul, por exemplo, é conhecido como DOEK; no Malawi, Zimbabwe e Ghana, como Dhuku e em Angola, como Elesu.

As tranças: símbolo de resistência

As tranças estão associadas aos costumes étnicos. Nos povos antigos, elas podiam representar a idade, estado civil, riqueza, poder, posição social e religião. Hoje, fazem parte da herança africana e são símbolos de resistência.

Tecidos africanos e suas histórias

A África tem uma longa tradição têxtil e possui grande variedade de tecidos e estilos. A diversidade dos tecidos carrega uma rica simbologia capaz de registrar a alma dos povos ancestrais africanos. A riqueza cultural contida no tecido é imensa. Eles podem representar, em seus desenhos, a identidade social, religiosa, mitológica de cada etnia.     

Ao som dos batuques e tambores

Os tambores, com seus sons, ocupam um lugar especial na história da África. Eles acompanham cerimônias de nascimento, morte, casamentos. Para os ancestrais, eles eram um meio de comunicação. Era por meio do som que as tribos se comunicavam, sinalizando reuniões, perigos e muito mais. Entre os tambores conhecidos destacam-se:

Djembe – mais influente e básico de todos os tambores. Foi criado como sagrado para cerimônias de cura, ritos de passagem.  

Ngoma – alto e cilíndrico, produz um som grave. Foi levado pelos escravos negros para todo o mundo.

Ndungu – tronco escavado de uma árvore com mais ou menos um metro de altura. Simboliza poder.  

 

PDF

Compartilhe: