Notícias

04 de outubro de 2017

Robótica inova as aulas de laboratório de Química.

Durante as aulas no laboratório de Química da 1ª série do Ensino Médio, os alunos utilizaram a plataforma Arduino das aulas de Robótica, para avaliar a condutividade elétrica de substâncias químicas e soluções.

A atividade, que antes era realizada por meio do circuito elétrico de uma lâmpada incandescente de 127V (Volts), agora foi substituída por vários leds  coloridos, montado na plataforma Arduino (5V). Além de se tornar uma prática mais segura e intuitiva para os estudantes, a inovação permitiu estabelecer uma escala de condutividade, enriquecendo as discussões sobre modelos de ligação química e propriedades dos materiais.

Aliando os resultados do teste de aquecimento com os de condutividade, os alunos conseguiram construir modelos para explicar as propriedades e transformações ocorridas com diferentes materiais, tais como: alumínio, óxido de alumínio, grafite, cloreto de sódio, sacarose e ácido cítrico. Primeiramente, os alunos perceberam o número de leds acendidos por cada uma das substâncias (quanto maior o número de leds acesos, maior a condutividade elétrica). Em outra aula, os estudantes relacionaram o acendimento das lâmpadas com a escala programada no Arduino para testar a condutividade elétrica da água destilada, água de torneira, estanho líquido, cristal de sulfato de cobre pentahidratado e sua solução. Na última aula com a plataforma, os estudantes receberam uma amostra desconhecida para ser identificada a partir de testes, incluindo o de condutividade elétrica do sólido e de soluções.

Segundo os alunos João Víctor A. M. Nascimento, João Vítor L. Sant´Ana, Leonardo C. Freitas, Miguel S. Millard e Tiago P. Magalhães (todos da 1ª série E), a Robótica foi muito útil para as aulas de Química. O avanço com a tecnologia permitiu realizar o experimento com mais segurança (sem risco de choques elétricos). As alunas da 1ª série F Beatriz A. Viegas e Jéssica S. L. V. Lopes disseram que adoraram ter misturado a Robótica com a Química e que as aulas foram muito legais e criativas.

As professoras Karla V. Fernandes e Luciane S. Soares ficaram muito satisfeitas com as aulas e já vislumbram o desenvolvimento de outras parcerias inusitadas entre a Robótica e o Laboratório de Química.

Compartilhe