Notícias

06 de setembro de 2018

Momento Cívico: o que é ser independente?

 Momento Cívico sobre o Dia da Independência, 7 de setembro, realizado no Colégio, nesta quinta-feira, mostrou a diversidade cultural brasileira e ressaltou, ainda, a importância de refletir sobre o significado da Independência, diante dos grandes desafios que vivemos hoje no Brasil.

Ao abordar a identidade nacional, os professores de História observaram que o Brasil é formado por uma síntese da influência dos vários povos e etnias. “Não existe uma identidade perfeitamente homogênea, e sim um mosaico de diferentes vertentes culturais que formam, juntas, a cultura e a cara do nosso país”. Essa diversidade pode ser vista na apresentação do espetáculo "Brasil de todos os Cantos", do grupo Sarandeiros, com músicas de influência dos índios, negros e brancos.

texto.JPG

Participaram do Momento Cívico, nos turnos da manhã e da tarde, estudantes da Educação Infantil à 3ª série do Ensino Médio. Ao falar para os alunos menores, o diretor Clovis Oliveira comparou o crescimento de um país ao de uma criança, que necessita aprender a fazer bem as coisas para se tornar, de fato, independente. Ele lembrou Santo Agostinho, afirmando que “Não basta fazer as coisas é preciso fazê-las bem”, e acrescentou: “Existem países que sabem fazer política melhor do que o Brasil. Existem países que sabem cuidar melhor das pessoas. Existem países que sabem cuidar melhor dos seus museus. Ainda hoje no Brasil muitos não sabem cuidar do que é público. Que possamos fazer as coisas bem para que o nosso Brasil seja cada vez mais independente”.  

DSC_5140.JPG

Durante o Momento Cívico, os professores de História também registraram sua consternação diante do incêndio ocorrido no Museu Nacional do Rio de Janeiro. “Aquele que não conhece sua história corre o risco de repeti-la, bem como aquele que não conhece seu passado não chega a ser cidadão. O Museu do Rio abrigava elementos da nossa identidade, agora queimada”.

 

 

Compartilhe