Notícias

09 de dezembro de 2019

Grupo de Teatro homenageia o Colégio em Construindo Histórias

O espetáculo Construindo Histórias, apresentado pelo Grupo de Teatro Santo Agostinho, comemorou os 85 anos de fundação do Colégio.

Mesclando acontecimentos históricos do Brasil e do Mundo com a construção do Colégio, em 1934, e o seu desenvolvimento no decorrer das décadas, a peça mostrou, com criatividade e humor, uma Belo Horizonte jovem e interessada nas possibilidades de um futuro promissor.

Junto com a cidade, crescia o Colégio Santo Agostinho, que também deu nome ao bairro que nasceu ao seu redor. Na mesma proporção, crescia, ainda, os sonhos de uma juventude que passou a ver no Colégio a referência de uma educação promissora e de qualidade.

Ao percorrer os 85 anos do Colégio, o público pode ver diversos acontecimentos  significativos da história: o anúncio, em 1951, da fundação da TV Itacolomi, no Rio de Janeiro, primeira emissora de TV do Brasil;  a notícia, em 1971, do primeiro e-mail  lançado entre dois computadores; o fim da guerra do Vietnã, em 1975, depois de 14 anos de luta e, especialmente sobre o Santo Agostinho, cenas de padres jogando futebol de batinas, nas quadras do Colégio; a primeira apresentação, em 1968, do Coral Pequenos Cantores de Belo Horizonte e a notícia de que o Colégio tornou- se misto, em 1973, com 327 meninas matriculadas. 

 Sonhos de um futuro em construção

O espetáculo termina na década de 2000, com os alunos/atores falando dos seus sonhos para um futuro ainda em construção. O último a falar foi Thiago:

 “Eu, eu sempre gostei de perguntar por quê.  Acho que essa palavra porque, transforma a vida das pessoas. A educação das novas gerações é extremamente importante para o futuro do nosso país e do mundo. Muitas pessoas, atualmente, por não terem uma boa educação, por não saberem o que é certo e errado, por não terem senso crítico, não sabem respeitar as diferenças. Sem educação, ética, séria, de compromisso, de dedicação e de amor, nada vai acontecer. Por isso, eu acredito na valorização do professor, para que todos as profissões possam ter um compromisso com o futuro. Vidas mudam quando as pessoas têm uma boa educação, o mundo muda com a educação. Eu quero fazer a diferença! Eu quero ser professor! Nós vamos educar os filhos de vocês”.

Em seguida, todos os atores recitam:

Me Diga Por quê?

Em meu sonho, crianças cantam uma canção de amor para cada garoto e garota

O céu é azul e campos são verdes e risos são a linguagem do mundo

Então eu acordo e tudo que eu vejo é um mundo cheio de pessoas necessitadas

Me diga por que (por que) tem que ser assim?

Me diga por que (por que) tem algo que eu perdi?

Me diga por que (por que), pois eu não entendo.

Quando tantos precisam de alguém, nós não damos uma ajuda.

Me diga por quê?

 

Todo dia eu me pergunto, o que eu preciso fazer para ser um homem?

Eu preciso ficar e lutar para provar a todos quem sou eu?

É isso que minha vida é, por perder em um mundo cheio de guerras?

 

Me diga por que (por que) tem que ser assim?

Me diga por que (por que) tem algo que eu perdi?

Me diga por que (por que), pois eu não entendo.

Quando tantos precisam de alguém, nós não damos uma ajuda.

Me diga por quê?

 IMG_0079.jpg   IMG_0163.jpg   IMG_0205.jpg

IMG_0214.jpg      IMG_0232.jpg           IMG_0437.jpg

Para ver mais fotos, clique aqui. 

Compartilhe