Notícias

02 de maio de 2019

Ensino Religioso é tema da tese de doutorado da professora Jacqueline Crepaldi

Nossa professora de Ensino Religioso, da Educação Infantil e do 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, Jacqueline Crepaldi, defendeu tese de doutorado, na PUC Minas, com o tema: Educar e cuidar da dimensão religiosa da criança: fundamentos pedagógicos para o Ensino Religioso na Educação Infantil.

Ao iniciar sua defesa da tese, a professora se apresentou como uma pedagoga agostiniana, o que, segundo ela, faz muita diferença em sua vida.

Jacqueline Crepaldi explicou que seu estudo está fundamentado na religiosidade, como uma dimensão profunda da vida humana, e que “o Ensino Religioso é fator educativo insubstituível para as crianças independentemente da sua religião”. Segundo ela, a criança pequena ainda não tem a percepção do significado das religiões mas, por meio da disciplina, vive e experiencia sua religiosidade.

 A tese foi dividida em duas partes: a primeira, trata da criança e do seu desenvolvimento psicológico, social, moral e religioso e a segunda, do Ensino Religioso de forma mais ampla. Para seu estudo, a professora tomou como base a pedagogia agostiniana, as obras de Wolfgang Gruen, de Jean Piaget e de Viktor Frankl.

Jacqueline-com-Pe-Gruen-e-frei-Chico.jpg
Jacqueline Crepaldi com o Padre Wolfgang Gruen e Frei Chico

Ajudando a vencer os medos

Sobre a realização pessoal e profissional do seu estudo, Jacqueline Crepaldi diz que sua maior satisfação é “a confirmação de que o trabalho com a criança é sagrado. Nessa fase de vida, o maior desafio que elas enfrentam é poder lidar com o medo e, nesse sentido, o Ensino Religioso é um ‘casaco’ para a alma. Ele mostra que, apesar de tudo, há sempre um propósito para a nossa vida”.

Um caminho possível para a BNCC

Ao falar sobre a contribuição que seu estudo pode trazer para a educação religiosa, Jacqueline Crepaldi diz que os campos de experiência da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) têm relação direta com o Ensino Religioso, ainda em construção para a Educação Infantil. E observa: “quem sabe o viés do Ensino Religioso, como experiência de religiosidade para a vida, possa ser um caminho possível para fundamentar a disciplina na Educação Infantil?”.

 

Compartilhe